Reels chega ao Facebook

Reels chega ao Facebook

Última atualização:
13/12/2022
Pessoa autora:
Equipe DiTi
Categorias:

Na quarta-feira, 29, o Facebook anunciou o lançamento do Reels dentro do aplicativo da rede social. A novidade mostra um movimento da plataforma de investir em vídeos curtos, formato em alta com TikTok e Instagram. Contudo, o recurso ainda é exclusivo para usuários de iOS e Android dos Estados Unidos.De acordo com o Facebook, as pessoas poderão encontrar o formato no feed de notícias ou em grupos. Também será possível, ao assistir um Reels, seguir o criador diretamente pelo vídeo, curtir, comentar e compartilhar o conteúdo. Além disso, a plataforma está testando, com um pequeno grupo de criadores, a possibilidade de compartilhar o Reels do Instagram no Facebook, contribuindo para que o conteúdo chegue a novos públicos.A novidade também deve ser monetizada. A empresa anunciou que, como parte do compromisso de investir mais de US $1 bilhão em criadores até 2022, será oferecido um programa de bônus para ajudar os criadores a ganharem dinheiro quando as pessoas assistirem aos seus Reels. Outras ações da rede social são: testar anúncios em adesivos e banners no Reels e explorar uma integração com Stars.Do mesmo modo que acontece no Instagram, em breve o Facebook começará a testar anúncios em tela cheia e imersivos entre os Reels “para ajudar pequenas empresas e marcas a se conectarem com novos públicos de maneiras agradáveis”. Assim como os Reels orgânicos, os usuários poderão assistir, curtir, comentar, compartilhar ou pulá-los.

“Com a capacidade de criar Reels e ter seus Reels do Instagram sugeridos para pessoas no Facebook, os criadores — estejam eles apenas começando ou que já tenham um grande número de seguidores — terão mais maneiras de se expressar, aumentar suas comunidades e alcançar novos públicos”, declara o Facebook no anúncio.O formato Reels chegou ao Instagram no ano passado para concorrer diretamente com o TikTok, rede social focada em vídeos curtos e que se tornou um sucesso. Já em Julho deste ano, Adam Mosseri, Head do Instagram, anunciou que a plataforma “não é mais um aplicatio de compartilhamento de fotos”, evidenciando a importância dos formatos em vídeo para a rede social.Fonte: Facebook