8 dicas para começar o seu podcast

8 dicas para começar o seu podcast

Última atualização:
13/12/2022
Pessoa autora:
Julia
Categorias:

A expansão dos podcasts é um fato, tanto quando falamos de ouvintes como quando falamos do número de produções. Segundo o estudo Inside Radio, da Kantar IBOPE Media, os podcasts conquistaram 24% dos ouvintes durante o período de distanciamento social. Entre esses ouvintes, 7% consumiram o formato pela primeira vez e 10% aumentaram esse consumo durante a pandemia. É um formato em tendência, versátil (já que pode abordar os mais diversos temas e em diferentes formatos) e prático, tanto para produzir como para consumir.Por isso, o podcast pode ser um aliado na sua estratégia de marketing. Com ele, você pode alcançar potenciais leads, gerar conteúdo de valor para o seu público e criar autoridade no mercado. Se você se interessa pelo formato e pensa em começar o seu próprio podcast, confira as 8 dicas abaixo:

Escolha o seu nicho

O primeiro passo para começar o seu podcast é definir o seu nicho. Existem muitos podcasts sobre os mais variados temas. Por isso, saiba exatamente onde você se encaixa nesse mercado. Escolha um tema que você possua um conhecimento amplo, pesquise os podcasts já existentes sobre, note o que eles estão fazendo e como você pode se diferenciar.Pense, também, com quem você está falando. Quem é o seu público-alvo? Por que ele ouve o seu podcast? Por que esse conteúdo é importante para essa audiência? A partir dessa visão, você encontra a sua linha editorial.

Defina o formato

Dentro do podcast, há uma variedade de formatos. É comum encontrar mesa redonda, com um apresentador regular e convidados conversando sobre um tema do nicho. Mas você também pode fazer um podcast solo, com co-host ou com entrevistas. Outra possibilidade dentro do podcast é trabalhar o storytelling. Para definir o melhor formato para o seu podcast, saiba qual é o seu objetivo com ele. Entreter? Informar? Formar? Com isso em mente, você entende qual modelo funciona melhor.Definindo o formato, você também já pode deixar decidido quem será(ão) o(s) apresentador(es) do podcast e se contará com participações especiais a cada episódio. Para encontrar convidados especiais, busque nos seus contatos e nas redes sociais. Considere, principalmente, pessoas que são autoridades no assunto que você irá abordar no episódio.

Defina a periodicidade

É importante que você defina uma frequência de postagens. Dessa forma, o seu público se acostumará a ter acesso a novos episódios dentro dessa periodicidade. Pense em uma frequência que seja possível dentro da sua rotina de produção, considerando pré-produção, gravação e edição. Assim, você fideliza a sua audiência, que esperará e retornará para novos episódios.

Tenha um roteiro

Para criar um bom conteúdo, planeje-se. Aqui, é necessário que, para cada episódio, você tenha um roteiro. Não necessariamente com as falas na íntegra, mas com os principais tópicos em relação ao tema, dados e informações-chave que não podem ficar de fora. Para criar uma boa narrativa, saiba qual será o começo, o meio e o fim do seu episódio, elencando onde entrarão os pontos levantados.Além disso, já inclua no roteiro informações da edição como a inserção de vinhetas e de transições musicais. Isso ajudará a definir o ritmo da gravação, com pausas bem definidas, bem como a própria edição, para fazer um sobe som, por exemplo.

Comece a gravar

Em um primeiro momento, a gravação pode ser intimidadora. Por isso, não tenha medo de errar e nem espere que esteja tudo perfeito. Muitas coisas você aprenderá enquanto faz. Por isso, comece. Faça um aquecimento antes, repasse o roteiro, até mesmo grave um piloto para ver o que você gosta e o que pretende melhorar.Outra dica é manter um ritmo na sua fala durante a gravação. Não fale tão rápido ao ponto de dificultar o entendimento do ouvinte, mas também não seja monótono. Use variações no tom para evidenciar o que está sendo dito e faça pausas estratégicas.Além disso, o uso de equipamentos mais profissionais é recomendado, mas não deixe isso te impedir de gravar. Comece com o que é possível dentro do seu cenário e, com o tempo, você pode ter a possibilidade de melhorias.

Seja cuidadoso com a edição

Essa é uma etapa importante. Aqui, você vai criar a identidade sonora do seu podcast. Escolha os sons que vão definir o seu podcast, incluindo a vinheta e a trilha que ficará de fundo no decorrer do episódio. Uma opção para encontrar essa identidade é buscar arquivos em bibliotecas de áudios. Além disso, ao longo do episódio, você pode, por exemplo, incluir arquivos pessoais ao contar uma história (sua ou de entrevistado, desde que com a autorização do mesmo).Esse também é o momento de fazer correções no áudio. Mesmo com todos os cuidados, é normal que durante as gravações aconteça algum ruído, principalmente em tempos de gravações remotas. Por isso, use a edição para eventuais correções e alinhamentos dos áudios.Caso você não possua conhecimentos técnicos sobre essa parte, busque um editor. Também é possível aprender muitas coisas com tutoriais no YouTube. Existem diferentes programas de edição, como o Audacity e o Adobe Audition. Entenda o que funciona melhor para você e para o seu bolso.

Publique em um agregador de podcasts

No momento do upload do seu podcast, você precisará o fazer em um agregador de podcasts, como o Anchor ou o Castbox. Após o cadastro, você terá o link do feed RSS para distribuir nas plataformas de streaming, como Spotify e Google Podcasts. Esse link será responsável por enviar as atualizações feitas no serviço de hospedagem para os streamings (por exemplo, o envio de novos episódios).Alguns hosts já começam, automaticamente, a distribuição nos serviços de streaming. Em outros casos, essa distribuição precisa ser feita de forma manual, acessando cada streaming e cadastrando o seu podcast.

Divulgue

Com o podcast no ar, divulgue! As pessoas não saberão que ele está lá se você não contar. Divulgue nas redes sociais, mande para os seus contatos, distribua dentro do seu nicho. Faça o seu conteúdo chegar nas pessoas, principalmente no seu público-alvo.Além disso, lembre-se de incentivar o público a deixar um feedback. Isso pode ser feito tanto no final do episódio como também na divulgação. Comece uma conversa com a sua audiência, pergunte o que eles acham, quais são as suas dúvidas e o que querem ouvir no podcast. Isso te ajudará a aperfeiçoar o seu conteúdo de acordo com a demanda dos ouvintes.

Dica bônus

Lembre-se de escolher um bom nome para o seu podcast. Pense no que melhor reflete o seu conteúdo, podendo já incluir uma palavra-chave. Mas, também, considere um título curto, que gere curiosidade e que seja de fácil pronúncia e busca. Não é necessário incluir a palavra “Podcast”.Além disso, não se esqueça de criar uma capa bonita e chamativa. Sabemos que o visual é muito importante para uma rápida tomada de decisão e se for o primeiro contato do ouvinte com o seu podcast, a capa pode ser um fator que irá o instigar a consumir o seu conteúdo. Pense que esses pontos podem te ajudar a se destacar em um longo catálogo, repleto das mais diversas opções.

Conclusão

Por fim, vale lembrar que mesmo o podcast sendo um formato prático e versátil, é importante ter uma estratégia e um planejamento. Além disso, tenha amplo conhecimento sobre o tema abordado e, principalmente, saiba com quem você está falando. Assim, o seu conteúdo será mais certeiro.E aí, curtiu as dicas? Conta para mim, aqui nos comentários: você pensa em criar um podcast? Sobre qual assunto? Vamos conversar! :)Aproveite e também ouça o podcast da DiTi Performance, o DiTi Talks. E para conferir mais conteúdos, acompanhe as nossas redes sociais: Instagram, LinkedIn, Facebook e YouTube.